Olá alunos de Reorientação em Artes Visuais Noturno, desejamos boas vindas a este curso. Esperamos que atendam à expectativa de voces, que dê subsídios para que possam enriquecer sua prática pedagógica, planejando aulas que tenham qualidade, consistência e aprofundamento. Que sejam vivências conectadas com a realidade dos estudantes e que transitem com as tecnologias.

terça-feira, março 08, 2011

Os Anjos no Meio da Praça



Obs.: Postem suas reflexões sobre o video.

8 comentários:

Valéria Maria disse...

Olá

Seilla Carvalho disse...

E os seres... impregnados pelas incompletudes humanas durante "uma vida" sofreram a morte diária até transmutarem, no ato da criança interior que habita em cada um de nós! Os elementos que compõem esta bela história faz refletir sobre o "ser-estar" de cada um, como parte de um sistema dinâmico que é a sociedade; de como as ações individuais podem interferir positiva ou negativamente na trajetória de muitos. Pois, os condicionamentos quase sempre cegam, imobilizam o humano na sua solidariedade, generosidade e potencialidade para ser-fazer a diferença e se permitir oferecer o alimento que libertará a alma.

elice disse...

os elementos que compõem essa ,deixa uma gama de informações filosófica que nos mostra varias maneira de olhar e tirar informações pelo qual fazemos com os nossos sonhos...ele e muito interessante .

All Bano disse...

Nas mãos da criatura o suor do sonho do criador não é realizado. O sonho da criatura realiza o sonho do criador. O suor do sonho é a realização da criação.

Quem ou o que realiza o sonho da realização?

gildet disse...

Portanto com seus sonhos se transforma numa realidade, se criação do ser humano, como artesões e presevando o meio ambiente.

Madalena Maria disse...

Quando temos sonhos, sejam pequenos ou grandes, devemos ser como crianças que em sua simplicidade se lançam sem medo em busca de realizá-los.
Precisamos nos arriscar, estar atentos para não cair na inércia e depositar nossos sonhos em gaiolas invisíveis, sem perceber que temos a chave nas mãos para transformar nossa realidade.
Perante nossos sonhos, precisamos ter a visão singela de uma criança para assim não reproduzir ações impostas pela sociedade e correr o risco de desistir de ir em busca de suas realizações.

jerusa disse...

É uma relação do sujeito com ele próprio com o outro e com o mundo
Sonhos e desejos fúteis,muitas vezes doentios que temos dentro de nos,não realizados,e o sentimento de que não fizemos algo de Bom no momento certo e oportuno e com o olhar de criança vê a oportunidade de ter seus sonhos um dia realizados.

Maria Aparecida de Oliveira disse...

O vídeo nos alerta quanto aos nossos desejos e ações, ou seja, nem tudo que desejamos ou fazemos é bom para os outros. Devemos olhar o outro com carinho e compreensão, pois o que é bom pra mim pode prejudicá-lo, sufocá-lo e até impedi-lo de viver.